Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

Curiosidades sobre a Apple

A Apple é responsável pelo desenvolvimento de dispositivos como o iPad, iPod ou o iPhone, e conta com uma legião de fiéis consumidores, que fazem filas nas portas das lojas  no lançamento dos novos produtos. Apesar da imensa popularidade em todo o mundo, nem todos os fatos sobre a companhia são de conhecimento geral. Aqui fica uma listas de fatos pouco ou nada conhecidos da maioria das pessoas.

 

1. O primeiro logo da Apple não foi uma maçã

Sabia que a empresa nem sempre foi representada pelo logotipo da maçã!! Segundo com o site Think Marketing, o primeiro logotipo criado pelo co-fundador da Apple, Ronald Wayne, nos anos 70, consistia no cientista Isaac Newton sob a árvore de onde caiu o fruto que o levou a pensar na Lei da Gravidade Universal. Para completar, uma faixa com o nome da companhia: “Apple Computer Co.”.

 

logo-apple-antigo.jpg

 

 

2. Apple Stores falsas na China

 Na China, há várias lojas “oficiais” falsas da Apple. Os proprietários fazem de tudo para que, visualmente, o negócio seja o mais similar possível às Apple Stores verdadeiras, com áreas de testes de produtos e funcionários com uniformes azuis e o logo da maçã. Alguns trabalhadores de uma dessas lojas, ficaram surpreendidos quando se depararam com a informação de que o estabelecimento não era oficial.

 

3. A Apple utiliza telas fabricadas pela Samsung

Retina Display é a dominação usada pela Apple para telas que têm uma resolução que torna impossível identificar pixels a olho nu e a uma distância padrão do aparelho. Apesar da patente e marca registrada, o maior fabricante da peça para iPads é a principal concorrente da empresa da maçã: a Samsung. A marca sul-coreana é composta por diversas empresas, entre elas, a Samsung Mobile Display, que, em 2014, forneceu 5. 2 milhões de unidades de telas Retina de 9.7 polegadas à Apple.

 

4. Co-fundador vendeu sua parcela da empresa por apenas 800 dólares

Steve Jobs e Steve Wozniak são mundialmente conhecidos como os fundadores da Apple. O que nem todos sabem é que, inicialmente, havia um terceiro membro na equipa, o engenheiro Ronald Wayne, que, em 1974, vendeu a sua parte percentual de 10% da companhia por 800 dólares. Em 2017, a sua parte valeria 67 bilhões de dólares.

 

5. A Apple fatura cerca de 1.444 dólares por segundo

De acordo com um infográfico divulgado no final do ano passado pela TitleMax, a Apple gera 1.444 dólares por segundo, o que garante o montante de 5.1 milhões de dólares por hora.

 

apple-por-segundo.jpg

 

6. A Apple poderia comprar a Disney ou a Coca-Cola e pagar em dinheiro 

A Apple está a levar de volta para os Estados Unidos, o lucro obtido pela empresa em outros países desde 2016. Na prática, isso significa que cerca de 250 bilhões de dólares entraram nos seus cofres. Para ter uma ideia, com esse dinheiro, a empresa poderia comprar a Disney ou a Coca-Cola em dinheiro vivo. Ou ainda, comprar Uber, Tesla, Twitter, Netflix, Dropbox, Snapchat, Airbnb e SpaceX, tudo de uma vez, e ainda sobrava algum para outras loucuras. 

 

 

Tire mais partido da Siri com estes truques

siri-ios-7-sign.jpg

 

No nosso dia-a-dia utilizamos o iPhone para, no fundo, gerir a nossa vida. Mas, muitas vezes, com a pressa, ignoramos a existência de muitos métodos que nos podem ajudar a realizar certas tarefas de forma ainda mais rápida e sem ter sequer que abrir aplicações. Basta falar.

 

 – Fazer contas

Certamente já lhe aconteceu ter que fazer rapidamente algumas contas. Ou porque quer saber de quanto vai ser o desconto em alguma compra ou porque simplesmente precisa de fazer uma conversão de unidades.

Neste domínio a Siri pode ser-lhe muito útil. De facto, a assistente pessoal faz este tipo de cálculos num abrir e fechar de olhos. Pode tratar-se de matemática muito simples, mas pode vir a ajudá-lo em várias situações.

Experimente algum destes exemplos:

  • “Quanto é 25% de 73?”
  • “Converte 88 graus Faharenhit para gruas Celsius”
  • “Quantos dias para a próxima quinta-feira?”
  • “Quantos dias para 17 de novembro?”
  • “Quantos metros são 0.30 Km?”

 

– Abrir aplicações

Quantas vezes já lhe aconteceu estar ocupado com a realização de alguma tarefa e ter mesmo que abrir alguma aplicação?

Imagine que quer verificar se a última pessoa a quem mandou uma mensagem no Messenger, de facto, viu essa mensagem. Com uma simples frase pode pedir à Siri que lhe abra a aplicação. Por exemplo:

  • “Abrir Facebook”
  • “Abrir Youtube”

 

– Criar alarmes

Também pode pedir à Siri para lhe criar alarmes para qualquer altura do dia. Imagine que quer descansar um pouco depois de almoço mas tem medo de adormecer devido ao cansaço acumulado porque ainda tem coisas a tratar.

A Siri pode ajudá-lo com isso. Basta dizer à Siri a que horas quer acordar que ela trata do resto. Pode ainda dizer em quanto tempo quer que o alarme toque.

Aqui ficam algumas sugestões:

  • “Acorda-me ao meio dia e meia”
  • “Criar um alarme para daqui a 45 minutos”

 

– Enviar E-Mail, Mensagens ou Telefonar

Quantas vezes já lhe aconteceu precisar de responder a uma mensagens, a um E-Mail ou ter ligar a alguém mas estar a conduzir por exemplo? A Siri também pode ajudá-lo neste tipo de situações.

Carregue no Botão Home e experimente, por exemplo:

  • “Mandar e-mail para + nome da pessoa”
  • “Ligar para + nome da pessoa”

 

– Perguntar o estado do tempo

Uma boa prática que pode iniciar já é perguntar à Siri todos os dias de manhã o estado do tempo. Muitas vezes parece estar bom tempo de manhã mas, ao longo do dia, acaba por ficar frio ou até começa a chover. Com este pequeno hábito pode evitar esse tipo de situações.

Pergunte:

  • “Como vai estar o tempo hoje?”
  • “Como vai estar o tempo durante esta semana?”

Não restam dúvidas que a Siri pode ser bastante útil nas mais diversas ocasiões. No entanto, nem sempre as nossas frases são percebidas perfeitaMENTE, e isso pode ser bastante frustrante.... mas está melhor.

iPhone 8 sem fios para carregar bateria

iphone8.jpg

 

O iPhone 8 deve ser o primeiro smartphone da Apple a ter tecnologia de carregamento sem fios. Os rumores são cada vez mais fortes, o site Slashleaks partilhou  imagens do suposto aparelho com um componente que confirma o carregador sem fios.

 

A bobina de carga do dispositivo, juntamente com outros componentes visíveis na foto, normalmente é destinada para o carregamento indutivo. A parte traseira também mostra algumas informações mais detalhadas sobre o módulo, principalmente que ele terá uma voltagem entre cinco e 12 volts e usará o padrão Qi, que foi promovido como o formato mais provável para a tecnologia sem fio da Apple desde que a empresa se juntou ao Wireless Power Consortium.

App Store já permite dar gorjetas aos programadores das apps

app_store_tip_2-720x436.jpg

 

A App Store é onde podemos aceder a todas as aplicações disponíveis e assim dar novas funcionalidades aos nossos equipamentos.

 

A Apple deu agora mais um passo, ao permitir que se ofereçam gorjetas aos programadores, através de uma simples compra dentro das apps.

 

Esta novidade vinha a ser pedida há já muito tempo pelos programadores. A possibilidade de os premiar com ofertas em dinheiro não existia e por isso estes recorriam muitas vezes a serviços externos à App Store, algo que a Apple não gostava.

 

Nada melhor do que premiar quem achamos que merece...

Siri - assistente do iPhone, ajuda criança a salvar mãe

iphone-siri_0.jpg

 

Tecnologia não é só diversão e entretenimento, há toda uma questão de segurança por trás dos avanços no mercado. Desta vez, o que apareceu para provar isso foi um caso no Reino Unido, onde um menino de 4 anos foi capaz de ajudar a salvar a mãe pelo iPhone.

 

A criança activou a Siri — a assistente virtual da Apple — para ligar ao serviço de ambulâncias, o número 999 da região. Parte da ligação foi divulgada pela Metropolitan Police, ouça-a no vídeo abaixo:

 

 
 
Não é a primeira vez que a Siri ajuda alguém em uma situação desesperadora. Em junho de 2016, o comando “Hey Siri” ajudou uma mãe a salvar uma criança de 1 ano, que não estava respirando por condições médicas. Tecnologia a favor da vida!
 
Por outro lado, o programa também pode ser usado para "tramar" os pais. Nos Estados Unidos um rapaz de 5 anos telefonou para o 911 (número de emergência equivalente ao nosso 112) para denunciar o pai, que tinha desrespeitado um sinal vermelho. As autoridades de Quincy, Massachusetts, Estados Unidos, divulgaram no Facebook a gravação da chamada telefónica, na qual se ouve Robert Richardson a acusar o pai de não ter respeitado a sinalização na estrada.
 

Apple revela phones com sensor de frequência cardíaca

 

buy-apple-music-top.jpg

 

Segundo rumores da impresa da especialidade a Apple está a trabalar numa linha de phones com diversos sensores biométricos, capazes até de medir os batimentos cardíacos.

 

Pelo menos é o que demostram os documentos publicados pelo USPTO, o escritório de patentes dos Estados Unidos, na última semana. Ao todo foram três pedidos de patentes para uns phones que têm uma forma curiosa de trabalhar: para os sensores funcionarem é preciso que o acessório esteja encostado em uma parte da orelha conhecida como tragus.

 

A patente revela que os fones utilizam o sensor de fotopletismograma, também conhecido como PPG. O sensor é o mesmo usado no Apple Watch para medir a frequência cardíaca através do contato com o pulso.

 

Não é a primeira vez que surgem informações sobre sensores biométricos nos phones da Apple. Desde 2007, data do lançamento do primeiro iPhone, que a empresa está a trabalhar em modelos com esta característica. Porém a tecnologia ainda não chegou aos produtos vendidos comercialmente. Será que é desta!?

 

Via Pocket-Link e Patently Apple 

iPhone 8 com tela flexível?

lcd-japan-display.png

 

Numa época em que a tendência parecia ser as telas Oled para smartphones, a Apple segundo o The Wall Street Journal está interessada na tecnologia de telas da Japan Displays, que usa uma combinação de LCD e plástico para permitir que o display do smartphone seja torcido sem estalar.

 

A disponibilidade dessa tecnologia é no entanto incerta, já que a fabricante japonesa espera fornecer esse tipo de tecnologia apenas em 2018. Mas tudo pode não passar de um rumor como tantos outros sobre o iPhone 8. espero para ver...

Tem um iPhone 7? Mantenha-o longe de si...

iphone_7_plus_memoria-720x450_thumb.jpg

 

Os smartphones têm associado um nível de radiação que pode ser prejudicial para a saúde. Apesar de não existir propriamente estudos conclusivos sobre a matéria, há algumas recomendações que devem ser levadas a sério pelos utilizadores.

 

O iPhone 7 e iPhone 7 Plus são dos equipamentos mais radioactivos da actualidade e a Apple aconselha a mantê-los longe da cabeça. A Apple recomenda também que os carregamentos do dispositivo sejam realizados a uma distância mínima de 5 mm do corpo do utilizador. A Apple alerta ainda para o uso de capas de metal que podem influenciar no desempenho da emissão e conformidades das normas de RF.

 

Uns explodem, outros ardem, estes emitem radiação perigosa. Onde é que a tecnologia nos vai levar????

 

via: Apple

iPhones enviam secretamente históricos de ligações dos usuários à Apple

og.jpg

A empresa russa de segurança digital Elcomsoft revelou recentemente uma falha na privacidade da Apple para com os dados dos usuários dos iPhones. Segundo reportagem do The Intercept, a Apple recebe e armazena por quatro meses os históricos de ligações de todos os seus usuários.

 

Informações sobre ligações feitas e recebidas por cada usuário, incluindo para quem ele ligou, quando e quanto tempo conversou, são enviadas automaticamente dos iPhones para os servidores da Apple. Segundo a Apple. 

 

Ao contrário dos outros serviços não é possível impedir que os seus dados de ligações sejam compartilhados com a Apple.

 

Há riscos nesta armazenagem de históricos. Pois, mesmo que os históricos de ligações dos usuários sejam criptografados nos servidores da empresa, o simples facto de que eles ficam armazenados expõem os clientes da empresa a alguns riscos. O mais imediato deles é que suas informações sejam colocadas ao dispor de agentes governamentais.

 

Dá que pensar...