Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

Estaram que as marcas de luxo a virar vegetarianas?

2-2-800x533_c.jpg

 

O mundo está a mudar e as preocupações do ser humano para com a natureza e os animais seguem igual tendência. No sector automóvel as coisas não são diferentes e já chegaram à alteração de alguns detalhes que há uns anos eram inquestionáveis num carro de luxo.

 

A verdade é que, os estofos de um automóvel em pele são ainda o exemplo mais comum de requinte interior e de luxo do agrado de muitos. Porém, estes podem vir a ter os dias contados, senão já, num futuro que pode não estar muito distante.

Marcas como a Tesla, Bentley e, mais recentemente, a Jaguar Land Rover têm vindo a procurar alternativas para revestir os interiores dos seus modelos, que constituam propostas igualmente premium, mas que não sejam de origem animal.

 

O futuro será sem pele animal. A Tesla é a mais radical, sendo a única marca que decidiu banir os estofos em pele em favor de estofos vegan – hoje os únicos disponíveis pela marca – feitos de materiais sintéticos. Já a Bentley chega a comercializar carros que contêm pele de até 20 espécies de animais. Se para uns isto pode ser o expoente máximo do requinte, para outros, será um produto que provavelmente nunca irão adquirir;

 

as marcas de luxo apostam em energias sustentáveis, os seus clientes procuram que o conjunto siga o mesmo caminho e não opte por soluções de materiais que não estejam conformes a essa sustentabilidade;

Ryno Bike - Mota apenas com uma roda

24142507861301.jpg

 

Cansado dos meios de transporte convencionais? Já existe um meio de transporte para ti: a RYNO, é um monociclo elétrico desenvolvido pela norte-americana Ryno Motors. O veículo funciona à base de baterias elétricas recarregáveis e oferece uma velocidade máxima de 16 km/h, levando um adulto de até 113 kg.

 

O destaque do modelo, contudo, fica por conta de seu exclusivo sistema de direção, que “interpreta” os movimentos do condutor, acelerando ou travando de acordo com a inclinação do seu corpo. O RYNO conta ainda com um modo específico para pilotos iniciantes (o “Novice”, que limita a velocidade do motor a 13 km/h).

 

 

O RYNO tem um preço que ronda os 5300 dólares e está disponível apenas em concessionários espalhadas em todo o território dos Estados Unidos. 

Aplicação que denuncia os radares nas estradas de Portugal

24-11-2013-17-48-07_thumb.jpg

 

A aplicação permite ter acesso a uma comunidade que denuncia a existência de radares em todo o país

 

As estradas em Portugal estão repletas de radares, que não têm problemas em apanhar os condutores mais distraídos. Por essa razão, é bom saber a localização de radares, e assim surgiu uma palicação que está disponível para Android e iOS.

 

A aplicação chama-se Radares de Portugal e tem como objetivo denunciar e confirmar  a existência de radares em determinadas zonas do país, tendo acesso a uma comunidade ativa que introduz também informações das operações das autoridades portuguesas.

Castelo suíço escondia €2,4 milhões em carros antigos

castelo.jpg

 

A 21 de maio realiza-se o Spa Classic Sale, leilão de veículos clássicos. Mas este ano terá um curioso lote de viaturas em leilão: 12 desportivos clássicos, abandonados num castelo na Suíça. A leiloeira estima que o valor total dos 12 automóveis rondará os €2,4 milhões, mas como as licitações estão abertas os valores poderão ser mesmo superiores.

 

Das imagens colocadas no site da leiloeira fica a ideia de que todos os veículos estão em bom estado, pelo menos no que à carroçaria diz respeito. De entre o lote, dois modelos merecem claro destaque: um Rolls-Royce 40/50 hp Silver Ghost Phaëton de 1921, que chegou a ser considerado, à época, o melhor automóvel do mundo; e um Mercedes-Benz 300 SL Roadster de 1958.

 

À venda estará também um Rolls-Royce Phantom II de 1934, assim como três Maserati: um Ghibli SS de 1969, capaz de atingir os 280 km/h (menos 5 km/h que o modelo atual!); um Quattroporte Series II de 1968, e um Indy America de 1971. Segue-se um Aston Martin V8 Volante de 1980; um Lamborghini Espada GT de 1971, e ainda dois Jaguar E-Type, um coupé 4.2 de 1970 e um V12 cabrio de 1972. O lote fica completo com um Mercedes-Benz 500 SLC Coupé de 1981 e com um Ford Mustang cabrio de 1973.

 

Se ganha-se o Euromilhões é claro que aparecia neste leilão...

Primeiro torneio de curling com carros

É normal os colegas de trabalho organizarem actividades fora da empresa como jogos de futebol, jantaradas e afins. Mas na Rússia a "coisa" é levada a outro nível.

 

Uns amigos da cidade de Yekaterinburg na Rússia, organizaram o primeiro torneio de curling com carros velhos. Nesta estranha variação do curling, equipas de dez pessoas empurram carros velhos numa pista de gelo, com um dos membros ao volante que dirige a viatura para o mais perto possível de um alvo pintado no gelo. 

 

BMW e Lego criam «mota voadora»

bmw-lego3.jpg

 

A BMW Motorrad e a LEGO Technic desenvolveram uma “mota voadora” para montar em miniatura, mas gostaram tanto da ideia que também fizeram uma em tamanho real, utilizando peças da mota original.

 

Composta por 603 peças, esta mota da Lego, lembra a “Speeder Bike” utilizada por Luke Skywalker no filme “Star Wars: O regresso de Jedi”, é uma espécie de moto voadora, denominada Hover Ride Design Concept, da qual a divisão BMW Junior produziu uma versão em escala real.

 

A versão em Lego é rica em detalhes, reproduzindo elementos como a suspensão dianteira, o cardã e o motor boxer de dois cilindros, com um destaque: as peças estão sincronizadas com o movimento das rodas.

 

Quanto à moto voadora, à escala 1:1, mantém os elementos como o motor bicilíndrico, mas traz modificações como uma extensão das carenagens dianteiras, que lembram asas. Tudo mantendo a silhueta tradicional da R 1200 GS Adventure.

Um dos Jaguar mais raros está à venda em Portugal

14891002_1_1080x720.jpg

 

A primeira das 250 unidades do Jaguar F-Type Project 7 encontra-se à venda em Portugal por 259 mil euros no Stand Virtual.

 

O modelo, que foi lançado em 2014 para assinalar os 60 anos do lançamento do D-Dype, tricampeão em Le Mans, está equipado com um V8 sobrealimentado de 5 litros, com uma potência de 576cv, o que permite acelerar dos 0 aos 100 km/h em 3,8 segundos e alcançar uma velocidade máxima de 300 km/h (limitada eletronicamente).

 

Uma verdadeira máquina de exceção, pois trata-se do veículo de produção mais potente de sempre da marca britânica.

Salão de Genebra 2017: os carros que nos fazem sonhar, ou não.

É a mais importante exposição europeia da indústria automóvel. Não há fabricante que não se esforce por apresentar novidades ou no mínimo, um restyling. Entre os veículos que farão parte do nosso dia-a-dia, há os que farão parte dos sonhos de muitos e da realidade de pouco.

 

Dendrobium

Desconhecida para a maioria, a Vanda Electrics é uma empresa que se dedica à produção de scooters elétricas e pequenos veículos de mercadorias. Agora virou-se para superdesportivos elétricos: o novo Dendrobium é o primeiro protótipo da empresa que foi a Genebra para se dar a conhecer.

 

Dendrobium-4-e1489065289295.jpg

 

Aston Martim

Até agora conhecido como AM-RB 001, o “Fórmula 1 de estrada” que está a ser desenvolvido entre a Aston Martin e a divisão de Fórmula 1 da Red Bull vai ter o nome de “Valkyrie”.

 

A escolha dá continuidade à tradição de nomes começados pela letra “V”, como é o caso dos Vanquish, Vantage e Vulcan, e pretende associar “força, emoção e elegância”, enquanto suscita um toque feminino para se destacar no mundo dos supercarros.

 

aston-martin-valkyrie-official-name-1-807x346.jpg

 

Ferrari

Tem uma performance digna de pista e também pode tornar mais feliz o dia a dia de qualquer milionário com poucas “mãozinhas” mas muito dinheiro na conta bancária. O Ferrari 812 Superfast é o novo supercarro da mítica marca italiana, substitui o F12 berlinetta, e promete partir corações.

 

Ferrari-812-Superfast-1-807x346.jpg

 

 

É simplesmente o mais eficaz Lamborghini de sempre, o Huracan Performante, é o carro de produção mais rápido em Nurburgring. Sem mais comentários...

 

2018-lamborghini-huracan-performante-7-807x346.jpg

 

Sonhem com o que mais desejarem... que eu contento-me com pouco:

 

A variante mais adquada à minha familia, a Mercedes-AMG E 63 SW promete ver muito desportivo no retrovisor. A E63 S Station oferece 612cv e acelera dos 0 aos 100 km/h em 3,5 segundos. A velocidade máxima está limitada a 290 km/h. Enquanto a Audi RS7 e o M5 pertencem à geração digital e, em muitos aspetos, oferecem uma experiência de condução demasiado playstation, ou como quem diz, muitas ajudas, esta é uma carrinha pura e dura, apesar dos computadores. Sem mais comentários...

 

2018-Mercedes-AMG-E63-Wagon-1-807x346.jpg

Renault Alpine A110 está de volta

Alpine_87780_global_en.jpg

 

Com apresentação marcada para o Salão Automóvel de Genebra, a Alpine já deu a conhecer as primeiras imagens do A110, um dois lugares que será apresentado em estreia neste certame e que conta com chassis e carroçaria em alumínio, uma forma de optimizar o peso do conjunto e a sua performance.

 

Sem revelar muito antes da apresentação mundial, a Alpine adianta apenas que o A110 reflete os princípios de leveza e agilidade que estiveram na base do sucesso da “Berlinette”, nome pelo qual foi conhecido na sua primeira encarnação.

 

Recordo que o Alpine A110 foi apresentado pela primeira vez em 1961, tendo a sua produção durado até 1977. Durante esse tempo, o Alpine A110 montou vários motores Renault, construtor que haveria de adquirir a marca em 1973.