Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

Gira-discos smart tem conexão Bluetooth e reproduz o vinil 'levitando'

maglev.jpg

 

AG-LEV é um toca-discos que conta com uma característica inovadora: o aparelho usa ímãs para que o prato que suporta o vinil levite durante a reprodução. O efeito, além de chamar a atenção, permite que vibrações não sejam transmitidas para o disco durante a reprodução, garantindo som de maior qualidade.

 

O processo de levitação da bandeja onde o disco é colocado funciona a partir de magnetismo, quando o toca-discos é ligado. O usuário pode selecionar 33 ou 45 RPM, de acordo com o disco que deseja ouvir, e o aparelho irá girar o vinil na velocidade correta. Um software específico encarrega-se de monitorizar o contato da agulha com a superfície.

 

Quando desligado, o MAG-LEV repousa a bandeja em quatro pés retráteis, impedindo acidentes. Em caso de falta abrupta de energia, o toca-discos pode se desligar corretamente, impedindo acidentes com "discos voadores", a partir do uso de uma pequena bateria com carga suficiente para esse tipo de emergência.

 

O MAG-LEV Audio foi proposto no site de financiamento coletivo Indiegogo e a campanha já atingiu a meta de arrecadação, mesmo assim, interessados ainda podem usar o site para adquirir o toca-discos.O custo do toca-discos é de 1.030 dólares, as entragas começam em outubro. 

 

Via Indiegogo

Drone subaquático filma em 4K e é controlado por smartphone

drone aqua.jpg

 

O Gladius é um drone tipo submarino que é capaz de submergir a até 100m de profundidade. Com uma câmera de alta definição embutida, o dispositivo permite fazer registros do fundo do mar em fotos e vídeos. Por incrível que pareça é manobrado através de um controle especial para Android e iOS, semelhante ao de um jogo de video.

 

qdyaie6eqe23paujqgr31.jpg

 

A câmera do drone possui sensor de 1/2,3 polegadas CMOS, com capacidade de gravar vídeos a partir de 1080p na edição simples e 4k na avançada. As fotos são feitas com resolução mínima de 8 megapixels, com armazenamento por cartão sd de até 32 gb.

 

O acessório pesa 3 kg, mede aproximadamente 42 x 26 x 9 cm e tem velocidade máxima de cerca de 2 m/s. Ele é equipado com quatro motores, duas luzes de LED com 1.200 lúmens de intensidade.

 

O drone traz uma bóia especial criada para estender a conexão por Wi-Fi, permitindo que o gadget permaneça conectado a longas distâncias. Esta bóia possui um cabo de cerca de 30m de comprimento para evitar que o dispositivo se perca em locais amplos como o oceano.

 

Com entrega prevista para junho de 2017, o gadget ainda está em fase de arrecadação de fundos no Indiegogo. Terá um preço de 599 dólares.

Insta360: webcam 360º que também serve para smartphones

camera.jpg

 

 

A Insta360 Air é uma câmera ideal para registrar fotos e vídeos em 360 graus com um smartphone. Com design agradável, o dispositivo só precisa ser conectado via USB ao smartphone Android para funcionar, ideal para selfies ou registros de paisagens. Mas as funções não param por ai: o usuário também pode usar como webcam para o computador.

 

A Insta360 permite fazer compartilhar conteúdo no Facebook, Twitter, WhatsApp, Skype e WeChat, de forma prática e ainda fazer streaming ao vivo no YouTube. As capturas são feitas com resolução em 3K (3008 x 1504p) e 2K (2560 x 1280p) em 30 FPS. A câmera é equipada com estabilização eletrônica, para evitar imagens tremidas, e vem com lente dual 210 º fish-eye (olho de peixe).

 

O usuário pode ainda fazer ajustes de ISO, sendo as imagens registradas em quatro modos: o Flat (com ampla visão), Sphere mode, VR (para óculos de realidade virtual) e Planet mode. 

 

No design, a Insta360 Air é compacta e projetada para ser uma extensão do smartphone, sem atrapalhar a usabilidade, com medidas de 38mm (diâmetro) e 39,5 mm (altura). O preso fica em apenas 26,5 g.  

 

Pode escolher entre o conector microUSB ou USB-C para plugar no smartphone ou pc portátil. Disponível nas cores de preto, rosa, branco e dourado, a Insta360 custa a partir de US$ 99. Está previsto serem entregues as primeiras unidades em fevereiro de 2017.

 

Via Indiegogo 

Cloud funciona como servidor caseiro para salvar até 8 TB em arquivos

Daplie.jpeg.900x400_q85_crop.png

 

 

O Cloud, da Daplie, é um servidor pessoal para armazenamento de dados em nuvem, que apresenta como grandes vantagens a ausência de mensalidade e o controle total sobre o armazenamento, que fica nas mãos do próprio usuário. Outro aspecto que chama atenção sobre a ideia é que o Cloud tem formato modular, ou seja, é possível aumentar o espaço ao comprar mais de uma unidade, bastando encaixar novos discos.

 

Com a personalização, é possível chegar a um armazenamento de até 8 TB. O Cloud destaca-se porque permite que mantenha os seus dados no servidor em casa, sujeito às suas condições de acesso à rede, e não armazenado em algum serviço de terceiros, em que os arquivos ficam guardados em máquinas distantes. 

 

Fácil de usar, o Cloud apenas precisa ser conectado à internet. Para controlar o servidor e administrar os arquivos retidos nele, o usuário precisa do aplicativo para celular. O usuário também precisa criar um endereço para a nuvem pessoal, como “nuvempessoal.com”, para poder acessar remotamente o conteúdo do servidor em qualquer lugar do mundo.

 

A nuvem pessoal da Daplie está em angariação no Indiegogo. O pacote mais barato tem preço de 200 dólares. A entrega é prevista para junho de 2017.

Via Indiegogo

Dispositivo promete criar bolha de privacidade e reduzir ruído ambiente

ezgif-384276576.gif

 

O Muzo é um dispositivo que promete acabar com os problemas de quem vive cercado por barulho. O aparelho é capaz de detectar o som ambiente e produzir ondas sonoras que o abafam, criando um meio mais silencioso e com menos ruídos. Segundo os projectistas, o gadget também pode criar uma espécie de bolha de privacidade para pessoas estranhas não escutarem sua conversa em restaurantes ou locais públicos.

 

O dispositivo só funciona ao ser encostado a janelas ou outras superfícies planas que facilitem a propagação das ondas sonoras. A intensidade pode ser controlada através de um aplicativo para smartphones Android ou iOS que se conecta através de Bluetooth 4.0.

 

O Muzo basicamente é uma caixa de 32 x 75 x 165 mm com peso de cerca de 350g; possui bateria recarregável através de cabo microUSB com duração estimada de até 20h de uso, segundo a fabricante. O cabo também pode ser usado para atualizar o firmware quando necessário.

 

A expectativa é que o gadget comece a ser entregue a partir de abril de 2017. O dispositivo está em período de crowfunding no Indiegogo - já ultrapassou em larga escala o objectivo - e pode ser adquirido a partir de 159 dólares (cerca de R$ 500), mais despesas de transporte.

 

Via Indiegogo e The Next Web

Câmera discreta coloca-se na roupa para gravar em primeira pessoa

Ainda em fase de angriação no Indiegogo, TimeCap é uma câmera discreta que se prende na roupa para filmar "em primeira pessoa". O design do aparelho lembra um olho e é resistente à água para registrar todos os momentos sem problemas. Além disso, é possível ativar o GPS do dispositivo e conectá-lo ao celular para transferir as gravações.

 

timecap.png

 

 

A câmera está disponível em duas cores, verde e vermelha. Além do GPS, há conectividade Wi-Fi e Bluetooth para fazer transferências rápidas para o celular por meio de um aplicativo da fabricante. A memória interna é de 32 GB para armazenar as gravações. 

 

O app da câmera ainda traz outras funcionalidades como pausar e reiniciar um vídeo, fazer pequenas edições, transferir gravações para um serviço na nuvem e compartilhar nas redes sociais. 

 

A TimeCap está disponível para compra por a partir de 99 dólares. As câmeras serão enviadas a partir de novembro.

‘Startup’ brasileira cria mochila que se transforma em skate

card_movpak_site.jpg

 

A Movpak, uma ‘startup’ brasileira, quer produzir um skate que se transforma em mochila. O produto, que tem o mesmo nome da empresa, está em um processo de financiamento colectivo para viabilizar o projecto na plataforma Indiegogo

 

O Movpak é basicamente uma mochila que se transforma em skate. No entanto, conta com outras funções: um carregador de 'smartphone' (USB e sem fio), lanterna e um pequeno sistema de som para ouvir música.

 

Para accionar o skate, o utilizador precisa de segurar o controle sem fio para accioná-lo e controlar a velocidade, que pode atingir os 24 km/h. A empresa promete uma autonomia de 15 km. Quando chegar ao destino, basta “guardar” o skate na mochila e carregá-lo. O Movpak pesa 7 kg, obviamente sem contar com a eventual carga que colocarmos na mochila.

 

Actualmente, o dispositivo já está na sua segunda rodada de financiamento colectivo. A primeira não correu muito bem pois o planeamento para o custo de produção era muito elevado, fazendo com que o produto fosse vendido a 999 dólares. Agora, inserido na plataforma Indiegogo, é possível comprar o Movpak por 599 dólares. Mas quando chegar às lojas, o preço deve ficar na ordem dos 1.200 dólares.

 

O projecto foi todo desenvolvido no Parque Tecnológico da Bahia por Hugo Dourado, Felipe Junquilho e Ivo Machado.

 

via: Económico/ Sara Mota

Dispositivo permite transformar smartphones em notebooks

nexdock222.jpg

 

NexDock é uma tentativa de fazer com que o smartphone funcione como um laptop. Acoplando um celular ao dispositivo, que se parece com um notebook, o usuário ganha teclado, touchpad, tela de 14.1 polegadas e uma bateria bem maior para manter tudo funcionando por mais tempo.

 

O produto foi apresentado no site de financiamento coletivo Indiegogo e atingiu a meta de arrecadação. De acordo com os idealizadores, o NexDock pode ser enviado a partir de junho e por preço bastante competitivo.

 

O dispositivo é compatível com smartphones iOS, Android e Windows 10, embora o fabricante reconheça que o sistema da Microsoft funciona melhor no NexDock em virtude da tecnologia Continuum, criada para facilitar o uso dos Lumias como desktops.

Garrafa que transforma ar em água

 

Imagine uma garrafa capaz de captar a humidade do ar, condensá-la e armazená-la como água potável. Esta é a promessa da Fontus, uma criação dos jovens Kristof Retezár, Brian Winters, Bojan Masirevic e Paul Schmalzl.

 

Esta garrafa de nome Fontus tem um pequeno ventilador que aspira o ar do ambiente e passa por um filtro especial capaz de pressionar o ar para dentro das câmaras de condensação. Aí, pequenos refrigeradores condensam a humidade e armazenam a água na própria garrafa. Há dois modelos disponíveis: a Fontus Airo, unidade autónoma que usa energia solar e se liga à garrafa através de USB, e a Fontus Ryde, para levar na bicicleta. Nos testes realizados, o aparelho conseguia produzir até meio litro de água potável em uma hora, variando este valor consoante o nível de humidade do ar.

 

A criação dos três amigos, está à procura de financiamento numa campanha de "crowdfunding" e já ultrapassou o valor definido.