Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

Gearbest abre loja em Portugal

gbpt.jpg

 

A Gearbest é uma das mais populares lojas de tecnologia dos portugueses, muito devido ao seu sistema de envios que nos permite escapar a surreal alfândega portuguesa. A Gearbest  abre agora, um site dedicado exclusivamente ao nosso país, e onde nem sequer faltam os dois anos de garantia para os produtos lá comprados.

Gearbest Portugal tem uma selecção de produtos mais reduzida do que a que encontramos na loja online chinesa e com os preços invariavelmente mais caros, mas também há excepções,

 

Seja como for, é sinal de que a Gearbest está consciente de que os portugueses gostam de gadgets e que se justifica criar este site só para Portugal. Não se esqueçam de espreitar as  promoções de lançamento da Gearbest em Portugal.

Óculos VR permitem pilotar drones sem usar as mãos

goggles-dji-2.jpg

 

A DJI, fabricante dos drones Phantom, Inspire e Mavic, revelou esta semana o Goggles, uns óculos smart que permitem controlar os quadricópteros apenas com movimentos da cabeça. Para terem uma ideia: é possível ajustar a inclinação do drone e a direção da câmera sem as mãos, apenas olhando para os lados.

 

Com design ergonômico parecido com o do PlayStation VR e Gear VR, o Goggles tem visor Full HD (1920 X 1080) e duas lentes para ajudar na imersão. Segundo a DJI, as imagens transmitidas têm qualidade semelhante a uma tela de 216 polegadas a três metros de distância. O dispositivo traz ainda alto-falante embutido, mas é possível também plugar phones para sentir todas as sensações da gravação.

 

O Goggles proporciona visão em primeira pessoa (FPV) a partir da câmera acoplada no drone. Nos modelos Mavic Pro basta conectar os óculos ao sistema wireless OcuSync, enquanto nos quadricópteros Inspire 2, Phantom 4 Advanced e Phantom 4 Pro é preciso usar uma porta USB do controle.

 

O Goggles deve começar a ser vendido no dia 20 de maio de 2017 e ainda não tem preço para a Europa, mas já estão em fase de pré-venda nos Estados Unidos por 449 dólares.

 

Drone subaquático filma em 4K e é controlado por smartphone

drone aqua.jpg

 

O Gladius é um drone tipo submarino que é capaz de submergir a até 100m de profundidade. Com uma câmera de alta definição embutida, o dispositivo permite fazer registros do fundo do mar em fotos e vídeos. Por incrível que pareça é manobrado através de um controle especial para Android e iOS, semelhante ao de um jogo de video.

 

qdyaie6eqe23paujqgr31.jpg

 

A câmera do drone possui sensor de 1/2,3 polegadas CMOS, com capacidade de gravar vídeos a partir de 1080p na edição simples e 4k na avançada. As fotos são feitas com resolução mínima de 8 megapixels, com armazenamento por cartão sd de até 32 gb.

 

O acessório pesa 3 kg, mede aproximadamente 42 x 26 x 9 cm e tem velocidade máxima de cerca de 2 m/s. Ele é equipado com quatro motores, duas luzes de LED com 1.200 lúmens de intensidade.

 

O drone traz uma bóia especial criada para estender a conexão por Wi-Fi, permitindo que o gadget permaneça conectado a longas distâncias. Esta bóia possui um cabo de cerca de 30m de comprimento para evitar que o dispositivo se perca em locais amplos como o oceano.

 

Com entrega prevista para junho de 2017, o gadget ainda está em fase de arrecadação de fundos no Indiegogo. Terá um preço de 599 dólares.

Castelo suíço escondia €2,4 milhões em carros antigos

castelo.jpg

 

A 21 de maio realiza-se o Spa Classic Sale, leilão de veículos clássicos. Mas este ano terá um curioso lote de viaturas em leilão: 12 desportivos clássicos, abandonados num castelo na Suíça. A leiloeira estima que o valor total dos 12 automóveis rondará os €2,4 milhões, mas como as licitações estão abertas os valores poderão ser mesmo superiores.

 

Das imagens colocadas no site da leiloeira fica a ideia de que todos os veículos estão em bom estado, pelo menos no que à carroçaria diz respeito. De entre o lote, dois modelos merecem claro destaque: um Rolls-Royce 40/50 hp Silver Ghost Phaëton de 1921, que chegou a ser considerado, à época, o melhor automóvel do mundo; e um Mercedes-Benz 300 SL Roadster de 1958.

 

À venda estará também um Rolls-Royce Phantom II de 1934, assim como três Maserati: um Ghibli SS de 1969, capaz de atingir os 280 km/h (menos 5 km/h que o modelo atual!); um Quattroporte Series II de 1968, e um Indy America de 1971. Segue-se um Aston Martin V8 Volante de 1980; um Lamborghini Espada GT de 1971, e ainda dois Jaguar E-Type, um coupé 4.2 de 1970 e um V12 cabrio de 1972. O lote fica completo com um Mercedes-Benz 500 SLC Coupé de 1981 e com um Ford Mustang cabrio de 1973.

 

Se ganha-se o Euromilhões é claro que aparecia neste leilão...

Excursões submarinas ao Titanic

image.jpg

 

Quem quiser ir a três mil e oitocentos metros de profundidade observar os destroços do Titanic terá de desembolsar no mínimo 98 mil euros.

 

A proposta é de uma empresa britânica: a Blue Marvel Private realiza excursões ao Titanic num pequeno submarino.

 

O programa começa na Terra Nova, Canadá, embarcando os turistas num helicóptero em direção a um iate, onde passam dois dias em sessões de orientação sobre tudo o que se relaciona com o Titanic e com a exploração que estão prestes a iniciar (não vá o diabo tecê-las).

 

Ao terceiro dia, começa a aventura: em grupos de três, os turistas embarcam num pequeno submarino feito de titânio e fibra de carbono que desce até ao Titanic e depois "passeia" em redor, iluminando os destroços com poderosos projetores.

 

O Titanic, na altura o maior paquete do mundo (cerca de 270 metros de comprimento), afundou-se no Atlântico Norte depois de ter batido num iceberg, na noite de 14 de abril de 1912, quando fazia a sua viagem inaugural, ligando Southampton (Inglaterra) a Nova Iorque (EUA). Morreram 68% das 2224 pessoas a bordo (ou seja, 1514 pessoas, numa percentagem de 50/50 entre passageiros e tripulantes).

 

via: DN

A melhor máquina de fazer cocktails

somabar-1.jpg

 

Os amantes de café puderam comemorar o surgimento das máquinas de café expresso "caseiras", depois foi a vez dos robots de cozinha e mais tarde as máquinas expresso para fazer cerveja artesanal.

 

Agora surgue um novo dispositivo para quem adora cocktails, mas não tem jeito para os fazer. O aparelho promete tornar possível fazer as tuas bebidas em casa sem trabalho ou dificuldades. Com a ajuda de uma aplicação conectada via Wi-Fi, a Somabar apresenta cocktails que podes fazer com os ingredientes que já tem, ou indica quais é que precisa para preparar a bebida desejada.

 

Esta nova máquina de fazer cocktails, faz mais de 300 bebidas alcoólicas ou não, pressionando apenas um botão no teu smartphone, sem dar quase trabalho ao usuário. Um dos objetivos do produto é permitir misturas automáticas, reduzindo a hipótese de errar a receita ou na dose. Já estou a ver o pessoal das caipirinhas e Margaritas aos saltos.

 

somabar-2.jpg

 

O aparelho prepara as bebidas em segundos utilizando os líquidos depositados em tubos que ficam na lateral da Somabar. Cada um suporta 750 ml de bebida e podem ser removidos para lavar. A máquina smart tem dimensões de 48 x 27 x 38 cm, um pouco maior que um modelo para fazer cafés em cápsula.

 

A máquina está em fase de pré-venda por 429 dólares. O aparelho tem garantia até um ano. A Somabar está disponível nas cores preto, branco, branco com madeira, azul, laranja e vermelho. Entretanto, algumas opções já estão esgotadas no site da fabricante.  

 

Bom Carnaval e diverte-te..... vai um copo!?

 

via: Somabar

Fechadura inteligente só abre a porta a quem trouxer cerveja

 

fechadura.jpg

 

Quando você decide dar uma festa em casa com amigos, nada mais justo que pedir que cada um leve uma bebida. Mas também não há nada mais chato do que quando o convidado chega com uma cerveja barata e de má qualidade, certo?

 

Pensando nisso, a marca de cerveja Heineken, uma das mais consumidas do mundo, criou uma ação inusitada para os amantes de uma boa cerveja. O gadget já não é novidade - pelo menos no Brasil - mas tem a sua piada. A Heineken desenvolveu, uma exclusiva fechadura para que a sua porta só abra ao ler o código de barras de uma Heineken, batizada de The Door Lock. E esta hein!??

 

Tudo seria mais giro se fosse real. MAs tudo não passa de uma campanha publicitária da marca. Mas que era uma boa ideia era...

 

Vale a pena investir em uma câmera 360 graus?

samsung-360.jpg

As câmeras 360 graus estão cada vez mais populares, principalmente com mais opções para compartilhar as imagens em redes sociais. Os aparelhos registram fotos e vídeos de todas as direções ao mesmo tempo, oferecendo uma sensação de imersão no resultado. 

 

Mas, antes de investir num modelo 360º é importante analisar os prós e os contras da tecnologia e verificar se vale a pena comprar uma 360º. Apesar da curiosidade pelo novo modelo de câmera, o preço ainda é alto e ainda há poucas fabricantes, entre as mais conhecidas, a venderem opções panorâmicas.

 

Prós

1 – Imagens de alta qualidade

A maioria das câmeras 360 graus grava em 4K. Além de gerar um vídeo ou uma foto mais nítida, com captura de detalhes, as configurações também permitem ressaltar a sensação de imersão ao ver  o resultado de um vídeo em um dispositivo de realidade virtual, por exemplo. 

 

2 – Lentes grande angular

Para garantir um maior campo de visão durante fotos e gravações, as câmeras 360º dispensam as lentes convencionais utilizadas em aparelhos DSLR com modo panorâmico, por exemplo. Assim, os modelos têm lentes grande angular, parecidas com as oferecidas nas câmaras de acção, para um resultado diferente e melhor.

 

3 – Dispositivos VR compatíveis

No caso de vídeos, a melhor opção para conferir o resultado da gravação em uma câmera 360º é um dispositivo de realidade virtual. Apesar de ser um acessório extra, o ponto é positivo pois já existem no Brasil diversos gadgets com a tecnologia.

 

4 – Recordação diferente

Já imaginou gravar cada detalhe de uma cidade ou país que visitou nas férias sem montar um tradicional álbum de fotos?  As câmeras com gravação panorâmica fazem imagens diferentes e são recordações divertidas. É possível, por exemplo, fazer uma única foto no Cristo Rei e mostrar todos os detalhes da cidade em volta.

 

Contras

1 – Design

Não importa qual a fabricante da câmera 360º, a maioria dos dispositivos não oferece um design prático. Diferente de action cams como a GoPro ou a TomTom Bandit, os modelos não podem sem considerados “de bolso” e funcionam melhor com a ajuda de tripés acoplados na estrutura, o que inclui um acessório a mais no equipamento. Normalmente, os dispositivos são redondos com mais de uma lente, o que impede o usuário de segurar da mesma forma que outros aparelhos.

 

2 – Uso específico / Poucos modelos /  Preço

Como o nome da categoria já diz, as câmeras 360 graus são feitas para filmar e fotografar neste modo. Mesmo que algumas ofereçam configurações para time lapse ou slow motion, os aparelhos não são indicados para fotografar uma viagem de forma tradicional.

 

Apesar da curiosidade do público com as câmeras 360º, os principais fabricantes parecem ainda não se ter interessado pela tecnologia no mercado nacional. Como há poucos modelos lançados no mercado, ou seja, pouca concorrência, os preços das câmeras 360º ainda são altos.

Câmera feita de cartão faz fotos instantâneas em estilo vintage

jollylook-3.jpg

 

A Jollylook é uma câmera feita de material reciclável que faz fotos instantâneas com filmes da Instax Mini 8. O aparelho foi projetado usando apenas cartão e um par de lentes. Segundo os desenvolvedores, o modelo é facilmente desmontável, o que oferece uma experiência interessante para crianças e estudantes de fotografia ao analisar o funcionamento de uma máquina manual.

 

A câmera bateu a meta de financiamento no Kickstarter em poucos dias e chega no momento em que a fotografia instantânea está em alta. Com visual vintage, a Jollylook não é resistente à água, mas permite definir a captura em quatro modos: paisagem, grupo, retrato ou macro.

 

A lente da câmera de cartão é de 110 mm e a abertura pode ser ajustada de f/8 a f/64. Apesar de não garantir boas fotografias em ambientes com pouca iluminação, o aparelho promete gravar recordações divertidas de maneira analógica. Além disso, para capturar uma imagem é preciso girar uma alavanca na lateral da Jollylook.

 

A Jollylook tem o tamanho de uma caixa de sapatos de bébé e está disponível por 41 dólares (preço inclui a câmera e um filme Fujifilm Instax Mini). A entrega está prevista para junho de 2017.

 

via Kickstarter