Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

Um infinito balde de LEGO

lego-worlds-playstation-4-xbox-one-pc.jpg

 

A primeira impressão é que LEGO Worlds chegou para rivalizar com o popular Minecraft. No entanto, é possível notar que há uma diferença clara entre os títulos. Enquanto Minecraft é voltado para uma exploração livre e sem objetivos pontuais, LEGO Worlds incentiva o jogador a explorar os diversos mundos para completar tarefas que concedem Blocos de Ouro. Estes, por sua vez, são necessários para abrir novos mundos e ampliar a sua exploração.

 

Disponível para Xbox One, PS4 e PC, o título colocar o jogador num mundo imenso onde é preciso explorar, montar, destruir e construir para completar objetivos ou simplesmente se divertir com milhares de blocos de montar. 

 

O visual de LEGO Worlds pode não impressionar pela qualidade, mas chama atenção pela riqueza de detalhes e variedade de elementos. Há dezenas de tipos de terrenos onde os mundos são criados. E, uma vez neles, uma infinidade de planas, objetos, personagem, e todo tipo de elemento característico dos sets de LEGO. 

 

LEGO Worlds faz com que o jogador passe horas e horas à procura de peças, Minifiguras ou outros elementos do mundo LEGO para montar, como se estivesse a revirar um balde de LEGO. Com uma infinidade de mundos e milhares de itens a serem descobertos, o jogo é divertido, mesmo com problemas na jogabilidade e uma complexidade enorme para montar coisas. 

Smartwatch "faça você mesmo"

Este smartwatch, de nome "Blocks" apresentado em 2014, é um relógio de pulso inteligente com partes personalizáveis, para construir peça a peça ao gosto (e objetivos) do utilizador. A bracelete do relógio é composta por diferentes elos individuais, cada um com uma tecnologia diferente, mas que comunicam uns com os outros. O utilizador pode assim escolher ter um elo com GPS, outro com Wi-Fi, outro com leitor de batimentos cardíacos, ou seja, até a imaginação e os fabricantes quiserem.

 

4991db6aa0b85c0880e5b655bd7219960896ef0c.jpg

 

Desta forma o utilizador pode escolher as características fundamentais para o tipo de relógio que pretende ter, nomeadamente para quem seja adepto dos desportos radicais ou para quem queira ter um mero companheiro do smartphone. Há igualmente elos, sem tecnologia associada, apenas “fazer tamanho”.

 

f7f9e6f8eaeab3270ab80d4cd3ccafbd9ad8f854.jpg

 

Na campanha agora lançada no Kickstarter, o acesso ao relógio propriamente dito começa nos 195 dólares, mas dá apenas direito ao mostrador. Quem investir a partir de 250 euros já recebe o núcleo (mostrador) e quatro módulos à escolha. Pessoalmente acho a ideia genial.