Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

GADGET MAN

Tecnologia para pessoas...

Estaram que as marcas de luxo a virar vegetarianas?

2-2-800x533_c.jpg

 

O mundo está a mudar e as preocupações do ser humano para com a natureza e os animais seguem igual tendência. No sector automóvel as coisas não são diferentes e já chegaram à alteração de alguns detalhes que há uns anos eram inquestionáveis num carro de luxo.

 

A verdade é que, os estofos de um automóvel em pele são ainda o exemplo mais comum de requinte interior e de luxo do agrado de muitos. Porém, estes podem vir a ter os dias contados, senão já, num futuro que pode não estar muito distante.

Marcas como a Tesla, Bentley e, mais recentemente, a Jaguar Land Rover têm vindo a procurar alternativas para revestir os interiores dos seus modelos, que constituam propostas igualmente premium, mas que não sejam de origem animal.

 

O futuro será sem pele animal. A Tesla é a mais radical, sendo a única marca que decidiu banir os estofos em pele em favor de estofos vegan – hoje os únicos disponíveis pela marca – feitos de materiais sintéticos. Já a Bentley chega a comercializar carros que contêm pele de até 20 espécies de animais. Se para uns isto pode ser o expoente máximo do requinte, para outros, será um produto que provavelmente nunca irão adquirir;

 

as marcas de luxo apostam em energias sustentáveis, os seus clientes procuram que o conjunto siga o mesmo caminho e não opte por soluções de materiais que não estejam conformes a essa sustentabilidade;

Viaturas da Volvo partilham informações na estrada

Hazard_Light_Alert.jpg

 

Ainda faltam uns aninhos para que os carros sejam verdadeiramente autónomos. Por outro lado, já podemos contar com ajudas reais e eficazes na condução de viaturas. A Volvo marca automóvel sempre na vanguarda da segurança, vai estrear dois novos sistemas - o Slippery Road Alert e Hazard Light Alert - que irão contribuir para a redução de surpresas inesperadas nas estradas.

 

O Slippery Road Alert e Hazard Light Alert começaram a sair nos XC90, S90 e V90. No caso do Slippery Road Alert: se os sensores do automóvel detectarem  piso escorregadio, marcaram essa informação geolocalizada, que depois é apresentada aos restantes veículos que se aproximem da área, permitindo ao condutor antecipar-se e adaptar-se às condições da estrada. No Hazard Light Alert o sistema é idêntico mas alerta os condutores para viaturas  à sua frente com as luzes de perigo activadas (quatro piscas).



Este sistemas serão lançados em 2017 na Suécia e Noruega, mas a marca espera alargar o seu funcionamento a muitos mais países no futuro. Seria interessante ver este sistema alargado a todas as marcas e países, mas espero para ver...

 

Suíça suspende programa de autocarros autónomos

mw-320.jpg

 

Um pouco por todo o mundo, estão a ser testados veículos autónomos. Depois do acidente do carro da Google e de outro com um Tesla, é a vez da Smart Shuttle e da PostBus na Suíça encontrarem um percalço no caminho para os veículos autónomos. 

 

A Suíça, tem um programa com dois autocarros autónomos que prestavam serviço em Sion, mas no dia 21 de setembro um dos autocarros bateu contra a traseira de um veículo estacionado. Apesar de não haver vítimas, as entidades envolvidas preferiram suspender o programa. O autocarro só consegue andar a 19 km/h, tem capacidade para levar até 11 passageiros e tem o trajeto sempre monitorizado.

 

É de salientar que o grande "calcanhar de Aquiles" das viaturas autónomas parece ser o reconhecimento de obstáculos. E isso é transversal a todos os projectos. Você entrava numa viatura autónoma? Ainda temos um longo caminho pela frente...

 

via: exame informática